Meses sem entrar num cabeleireiro, cabelos a pedirem uma tesoura urgente e gritarem desesperadamente por uma tinta para colorirem os seus fios, é a altura ideal para parar e perceber a quem devo confiar o meu cabelo!

Anualmente, são apresentadas as melhores marcas em Portugal através da Escolha do Consumidor, onde é realizada uma avaliação rigorosa por um painel de consumidores. Neste sentido, conseguimos apurar quais os aspetos mais relevantes para os mesmos na escolha de um produto ou serviço e quais as tendências de consumo.

E a categoria Cabeleireiros foi uma das escolhidas para ser avaliada pelos consumidores. Antes de darem o passo para entrar num cabeleireiro, têm em atenção os seguintes fatores:

  1. Formação dos profissionais

Confiarmos a nossa imagem nas mãos de alguém é a prioridade máxima quando escolhemos um cabeleireiro. É essencial que os profissionais dos salões onde costumamos frequentar tenham formações constantes, as modas mudam, a qualidade dos produtos igualmente e os métodos de trabalho idem.

  1. Profissionalismo

Estarmos num cabeleireiro e haver desavenças entre os funcionários ou fazerem comentários impróprios, não é de todo o que o cliente procura. O rigor no profissionalismo não só para com o cliente como para o ambiente do salão faz toda a diferença.

  1. Medidas de higiene e segurança

Para além de ser obrigatório cumprir à risca todas as medidas de higiene e segurança impostas pela DGS, o próprio cliente deteta à priori se as medidas estão realmente a serem cumpridas, sobretudo se o material a utilizar está a ser devidamente desinfetado ou substituído na presença do cliente.

  1. Cumprimento das agendas

O cliente gosta de sentir que é prioridade e valorizado. Se um cabeleireiro cumpre os horários que se comprometeu com o cliente, é o caminho certo para fidelizá-lo. Tempo é dinheiro, assim como um salão tem várias marcações num só dia, o cliente também tem os seus compromissos.

 

Os consumidores também acham importante um cabeleireiro ter:

Atendimento personalizado: Saber quais as tendências, que corte me ficaria bem ou qual a cor que me assenta melhor ou mesmo até qual o tipo de champô que o meu cabelo necessita, são aqueles mimos que gostamos de ter quando vamos ao cabeleireiro. Sentir que temos um atendimento personalizado e que se dedicam, sobretudo, à qualidade do serviço que nos prestam, é primordial.

– Possibilidade de marcação: Temos a agenda cheia…só daqui a 1 mês é que temos disponibilidade! Oh não! É o caos…E agora? De fato são aquelas palavras que não queremos ouvir quando queremos fazer uma marcação, no entanto é agradável quando ficam com o nosso contacto caso haja alguma desistência, afinal sempre há esperança!

– Concretização do serviço pedido: Este é o último passo: Como ficou o meu cabelo? Será que está como eu queria? Cliente satisfeito, cliente fidelizado.

Após esta avaliação efetuada a vários cabeleireiros, os consumidores escolheram Jean Louis David como o cabeleireiro em que podem realmente confiar os seus cabelos, com um grau de satisfação de 81,9%.

www.jeanlouisdavid.pt

Guia do Consumidor 2021

Queres saber que outros aspetos deves ter em conta quando escolhes uma determinada marca ou produto?