Ao longo do tempo, muitas profissões desapareceram e outras foram criadas, numa clara alusão aos avanços tecnológicos, que são cada vez mais rápidos e estão a criar uma enorme disrupção no mercado de trabalho. Isto é, o crescente aumento das novas tecnologias, aliado à digitalização de quase todas as tarefas do quotidiano, vieram colocar em perigo várias profissões entendidas como mais “tradicionais”, mecânicas ou automáticas.
 
E em relação a profissões mais técnicas, como serviços de canalização, electricidade e bricolage? Estarão em risco? Existem menos pessoas a querer exercer estas actividades, de primordial importância, na sociedade? A Zaask, marketplace de serviços, dá resposta a estas questões a partir do número de registos de profissionais e empresas destas áreas na plataforma e respectiva procura, fazendo uma pequena comparação temporal entre Janeiro e Fevereiro de 2018 e o mesmo período homólogo do presente ano.
 
Número de profissionais de serviços para casa aumentou na plataforma digital
De acordo com a plataforma, o número de registos de profissionais de bricolage ou pequenas reparações, canalização e electricidade diminuiu, em média, 98% entre o primeiro mês de 2018 e o homólogo de 2019, demonstrando uma ligeira quebra neste início de ano.
 
No entanto, quando comparados os meses de Fevereiro de 2018 e 2019, os registos de profissionais nessas áreas dispararam 507%, 257% e 197%, respectivamente, provando que os portugueses e as portuguesas continuam a prestar este tipo de serviços que, como se pode ver de seguida, continuam a ser bastante requisitados.
 
Serviços tradicionais para casa continuam a ser pedidos comuns entre portugueses e portuguesas
Segundo os dados da Zaask, a procura por estes serviços não diminuiu, pelo contrário. No primeiro mês do ano, o número de requisições de profissionais de bricolage ou pequenas reparações, electricidade e canalização aumentou 226%, 46% e 19%, respectivamente, em comparação com Janeiro de 2018.
 
Para além disso, se comparados os meses de Fevereiro de 2018 e 2019, nota-se que houve, também, um aumento de pedidos nestas áreas na plataforma. Mais detalhadamente, a procura aumentou 88% para serviços de bricolage ou pequenas reparações, 84% para electricidade e 40% para canalização.
 
Reparação e desentupimento de canos entre os serviços mais comuns
No que toca aos trabalhos mais específicos pedidos pelos portugueses e pelas portuguesas dentro da área da canalização, a reparação e desentupimento de canos são os que representam maior procura, seguidos pela instalação de sistemas de canalização novos.
 
Relativamente aos serviços de electricistas, a instalação e reparação de segurança electrónica, assim como de novos sistemas eléctricos, são os trabalhos eléctricos mais requisitados na plataforma Zaask.
 

Zaask foi eleita Escolha do Consumidor 2019. Saiba mais aqui.

Conheça aqui o projeto de Marketing Escolha do Consumidor